Edit Content

grupo de artes

Investigador Responsável: Francisco Paiva

grupo de comunicação e media

Investigadora Responsável: Gisela Gonçalves

Siga-nos:

NEWSLETTER

Publicação de Artes

DESIGNA 2016 – ERRO(R)

A DESIGNA – Conferência Internacional de Investigação em Design, adopta o “Erro” como mote da 6ª edição.

Tradicionalmente depreciado por corporizar o insucesso, a falha, o engano, a incorrecção, a ignorância ou mesmo o disparate, o “erro” tem um potencial especulativo incalculável, desde logo por se opor à quase hegemónica cultura do progresso e do sucesso, que tanto inspira a actividade do Design. Pensamos que é um tema sugestivo, tanto para o projecto como para a teoria e a crítica dos padrões de similitude e diferença face à norma ou à expectativa, centrais na prática e na formação dos designers.

O erro reporta desde logo à acção de vaguear, ao desvio, ao engano e à incerteza, mas também à ilusão que possibilita a assunção de consciência e à dúvida capaz de clarificar o propósito de um programa e de um projecto. O erro tem obviamente custos, mas também tem valor.

No campo do Design, o significado do erro tem sido subestimado, pois comporta um potencial performativo capaz de anular o estigma da “falha” que até a escatologia religiosa lhe atribui. O erro abre campo ao inesperado, é capaz de revelar dimensões involuntárias e surpreendentes de um processo e de um sujeito. Mais do que o erro absoluto, pensamos no erro relativo. No erro que não diminui, antes amplia as possibilidades do processo. No erro necessário.

Considerar que o erro permite progredir é uma questão complexa, quase paradoxal, que demanda a exploração de múltiplas pistas, respostas e variáveis. Importa saber em que medida o erro como excepção conta no processo de aprendizagem, seja por nos demonstrar os limites da regra ou por ser um passo necessário no aperfeiçoamento ou na compreensão de assuntos cujos contornos fogem a uma “verdade”, revelando o improvável capaz de abalar os quadros mentais mais positivistas, na medida em que as correcções e as emendas aumentam o grau de consciência do sujeito face a uma determinada situação.

Embora o erro permita obter experiência e conhecimento, aumentando a resiliência, permanece na sociedade contemporânea como o paradigma daquilo que não pode ou não deve ser feito. O modo de relação com o erro denota, pois, a maturidade e a capacidade de uma determinada pessoa ou comunidade lidarem com os seus limites culturais. Havendo distintos tipos de erro, do coração, de vontade, de acção, etc., apenas quem ousa é capaz de errar.

Ao assumir este risco, a Designa deste ano convoca olhares críticos sobre os processos e os objectos de design não homologados, capazes de provocar estranheza, de produzir uma análise da desconformidade, da incerteza e dos intentos falhados que a complexidade do mundo comporta.

O erro como tema de uma Conferência de Design compreende em si mesmo todo um programa ideológico, com implicações práticas, teóricas, críticas, pedagógicas e até políticas. É precisamente para discutir esse campo especulativo vasto que convidamos todos os designers, investigadores e outros académicos a “laborar em erro”, submetendo as suas propostas de comunicação à 6ª edição da Designa.

AUTORES / EDITORES

Francisco Paiva, Catarina Moura

COLEÇÃO

Ars

ANO DA EDIÇÃO

2016

ISBN

978-989-654-361-7

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Índice

15
ERRO
Francisco Paiva
Catarina Moura
KEYNOTE SPEAKERS
21
CERAMIC ARTEFACTS. AN ART-BASED
RESEARCH ON A FEMINIST CERAMIC
PRACTICE
Raquel Asensi
31
A TOPOLOGIA INFORMAL DO ERRO,
NO DESENHO
Sandra Neto, Miguel Santiago
43
HÁ ERRO NA CRIAÇÃO ARTÍSTICA? A
RESPOSTA DE FRANCISCO DE HOLANDA
Idalina Sidoncha
57
ERRO ORTOGRÁFICO ESPLENDOR
TIPOGRÁFICO – AS PRÁTICAS ARTÍSTICAS
E PROJECTUAIS NA UTILIZAÇÃO ERRÓNEA
DO ALFABETO ENQUANTO INSTRUMENTO
PERFORMATIVO
Jorge dos Reis
65
ALGUMAS LIÇÕES A PARTIR DA ANÁLISE
DE ERROS DE BRANDING
Daniel Raposo
COMUNICAÇÃO \ COMMUNICATION
69
O PÓS-FUNCIONALISMO NO DESIGN
DE INTERAÇÃO: UMA DISCUSSÃO DE
CONCEITOS SOBRE UMA “ESTÉTICA DE
INTERAÇÃO”
Alex Maldonado Bernardes
77
AUSÊNCIA E ERRO DE IDENTIFICAÇÃO DO
DESIGNER NO CARTAZ DE DIVULGAÇÃO
ARTÍSTICA
Ana Gaspar
81
VISIBLE MUSIC - VISIBILITY OF MUSIC
GROUPS STRATEGIES THROUGH AUDIO
BRANDING
Juan Nicolás Vásquez Talero,
Elingth Simoné Rosales Marquina
89
O DESIGN COMO FERRAMENTA
DE COMUNICAÇÃO E ESTIMULADOR
DE EXPERIÊNCIAS SENSORIAIS
Sérgio Filinto da Silva Cunha, Pedro Faria, João
Martins
97
O MINIMALISMO COMO RESPOSTA
AO EXCESSO VISUAL E MENTAL NO DESIGN
DE MODA E NAS ERRÔNEAS FORMAS
DE CONSUMO
Caroline Meira Nunes de Almeida,
Poema Lourenzo, Maria Silvia Barros de Held
109
VISUAL ARCHIVES IN DIGITAL
NEWSPAPERS: AN APPROACH TO
VISUAL LEXICON IN AN INFORMATION
VISUALIZATION PROTOTYPE
Marta Fernandes, Bruno Giesteira
119
EL DESARROLLO DE LOS PRODUCTOS
DE DISEÑO COMO PROCESO
Andrea Lucía Medina Gómez
129
INTERPRETACIÓN ERRONEA DE LOS
CONCEPTO DE BELLEZA EXPUESTOS
EN EL DISEÑO DE JUGUETES
Ginna Constanza Urbano Pérez,
John Jairo Cardozo Vasquez
MULTIMEDIA
139
A UTILIZAÇÃO DE FUNDAMENTOS DE
ENGENHARIA KANSEI COMO PROPOSTA
DE GERÊNCIA DIGITAL DE REFERÊNCIAS
CRIATIVAS E DE COMPOSIÇÃO
COLABORATIVA DE MOOD BOARDS
Alex Maldonado Bernardes,
Vinicius Gadis Ribeiro
149
CGI SYSTEM ERROR
Paschalis Paschalis
155
O ESPAÇO DA VITRINE:
UM CASO DE ESTUDO
Ana Cristina Daré
163
CONTRIBUTOS DE DESIGN PARA O
DESENVOLVIMENTO DE UM PRODUTO
DIRIGIDO A INDIVÍDUOS AFETADOS POR
DEMÊNCIA
Sofia Esteves, Ana Filomena Curralo,
Maria Isabel Amorim
173
NOVA ESTÉTICA GLITCH – ERRO ICÓNICO
Flávio Hobo, Herlander Elias
183
À PROCURA DO ERRO: APRESENTAÇÃO
DE UMA METODOLOGIA PARA AVALIAR O
DESIGN DE WEBSITES MUNICIPAIS
Valeriano Piñeiro-Naval, Paulo Serra
109
VISUAL ARCHIVES IN DIGITAL
NEWSPAPERS: AN APPROACH TO
VISUAL LEXICON IN AN INFORMATION
VISUALIZATION PROTOTYPE
Marta Fernandes, Bruno Giesteira
119
EL DESARROLLO DE LOS PRODUCTOS
DE DISEÑO COMO PROCESO
Andrea Lucía Medina Gómez
129
INTERPRETACIÓN ERRONEA DE LOS
CONCEPTO DE BELLEZA EXPUESTOS
EN EL DISEÑO DE JUGUETES
Ginna Constanza Urbano Pérez,
John Jairo Cardozo Vasquez
MULTIMEDIA
139
A UTILIZAÇÃO DE FUNDAMENTOS DE
ENGENHARIA KANSEI COMO PROPOSTA
DE GERÊNCIA DIGITAL DE REFERÊNCIAS
CRIATIVAS E DE COMPOSIÇÃO
COLABORATIVA DE MOOD BOARDS
Alex Maldonado Bernardes,
Vinicius Gadis Ribeiro
149
CGI SYSTEM ERROR
Paschalis Paschalis
155
O ESPAÇO DA VITRINE:
UM CASO DE ESTUDO
Ana Cristina Daré
163
CONTRIBUTOS DE DESIGN PARA O
DESENVOLVIMENTO DE UM PRODUTO
DIRIGIDO A INDIVÍDUOS AFETADOS POR
DEMÊNCIA
Sofia Esteves, Ana Filomena Curralo,
Maria Isabel Amorim
173
NOVA ESTÉTICA GLITCH – ERRO ICÓNICO
Flávio Hobo, Herlander Elias
183
À PROCURA DO ERRO: APRESENTAÇÃO
DE UMA METODOLOGIA PARA AVALIAR O
DESIGN DE WEBSITES MUNICIPAIS
Valeriano Piñeiro-Naval, Paulo Serra
PRODUTO \ PRODUCT
187
TUTORIA PROJETUAL NO DESIGN
INDUSTRIAL ORIENTADA PARA A
SINGULARIDADE E A COMPETITIVIDADE
Denis Coelho
197
PRODUCTOS HÍBRIDOS. UN ESTUDIO
DE CONCEPTOS
Mario Garcia, John Cardozo
211
ILUMINAÇÃO E SAÚDE: O EFEITO DE CÉU
ESTRELADO NA HUMANIZAÇÃO DOS
ESPAÇOS DE TRATAMENTO
Ana Cristina Daré, Wilson Sallouti
221
DESIGN E CONSPIRAÇÃO: GAMBIARRAS,
SUBVERSÕES E OUTRAS DESOBEDIÊNCIAS
Cristiane Mesquita, Robson Santos
229
ANÁLISE DA LONGA-METRAGEM “INSIDE
OUT” DA DISNEY/PIXAR - RELAÇÃO ENTRE
EMOÇÃO E DESIGN DAS PERSONAGENS
António Ferreira, Pedro Mota Teixeira, Nuno
Martins, Daniel Brandão
239
IDENTIFICACIÓN DE ATRIBUTOS
DE GÉNERO EN EL DISEÑO Y DESARROLLO
DE JUGUETES PARA LA TERCERA INFANCIA
Luis Carlos Pérez, Nelida Ramírez
247
SEARCHING MEANING THROUGH
PROCEDURALITY IN COMPUTATIONAL
ARTEFACTS
Miguel Carvalhais, Pedro Cardoso
255
ERRO, LOGO EXISTO. A IMPORTÂNCIA
DO ERRO NO ENSINO DO DESENHO
Filipa Barrada
265
ANÁLISE DO STORYBOARD NA
METODOLOGIA PROJETUAL DO CINEMA
DE ANIMAÇÃO E DOS MOTION GRAPHICS
Pedro Mota Teixeira, Nuno Duarte Martins,
Daniel Brandão, António Ferreira
277
FERRAMENTAS DE AVALIAÇÃO
EMOCIONAL APLICADO AO DESIGN
DE MOBILIÁRIO MACIO
Sonia Jaconiano, Joana Cunha,
Bernardo Providencia
289
COLECCIÓN DE OBJETOS, DESDE
LO SEMIÓTICO Y RITUAL
Daniela Castillo Gallego,
John Jairo Cardozo Vasquez
297
ARTE, ARTESANATO E DESIGN EM
COMPARTIMENTOS ESTANQUES: ERRO
Maria Sílvia Barros de Held,
Fernando Moreira da Silva
305
PROPOSTA DE PROCEDIMENTO PARA
DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS
SUSTENTÁVEIS TÊXTEIS A PARTIR DE
SOBRAS DOS MATERIAIS DE MICROE
PEQUENAS CONFECÇÕES
Fernanda Marinho, Regina Sanches
313
COMPORTAMENTO BIOLÓGICO
E AUSÊNCIA DE ERRO – UMA TAXONOMIA
INSPIRADORA DE INÉDITAS INTERAÇÕES,
EXPERIÊNCIAS E COMPORTAMENTOS COM
ARTEFACTOS TECNOLÓGICOS
Pedro Bandeira Maia, Nuno Dias, George Stilwell
325
SETE PALHEIRAS – ESTUDO DE CASO
PARA A PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA
E IDENTIDADE CULTURAL LOCAL ATRAVÉS
DO MULTIMÉDIA
Jorge Brandão Pereira, Filipa Matias,
Heitor Alvelos
331
A DIMENSÃO IMPREVISÍVEL DO TRABALHO
DE CAMPO NO DESIGN CONTEXTUAL
E PARTICIPATIVO: O CASO DO ROUBO
DA CÂMARA DE FILMAR
Daniel Brandão, Nuno Martins,
Pedro Mota Teixeira, António Ferreira
337
CHÉS — DO DESENHO DE UMA CADEIRA
“ERRADA” AO DESENVOLVIMENTO DE UM
TERRITÓRIO SIMBÓLICO PARTIPADO
Jorge Brandão Pereira, Heitor Alvelos
339
WANDERING WITH TEXTILES
Secil Ugur Yavuz, Nitzan Cohen, Rita Salvado,
Pedro Araújo
347
O ERRO E O DESAFIO DA INOVAÇÃO:
UM ESTUDO SOBRE A INDÚSTRIA DO
PERFUME
Daniela Ferreira, Maria Silvia Barros de Held
MODA \ FASHION
359
TRÍADE DOS ESTUDOS DE TENDÊNCIAS:
PENSAMENTO SISTÊMICO, COMPLEXIDADE
E TRANSDISCIPLINARIDADE
Sandra Rech, Valter Cardim
367
A PESQUISA QUALITATIVA
COMO PROCESSO PARA INVESTIGAÇÃO
DE TENDÊNCIAS
Sandra Rech, Valter Cardim
373
CONTRIBUTOS DO DESIGN PARA O
RESGATE DA TRADICIONAL RENDA
DE BILROS DE PENICHE
Isabel Bieger, Cristina Carvalho,
Gianni Montagna
383
ERRO: O NÃO-REAPROVEITAMENTO
DE RESÍDUOS DE COURO BOVINO
E DA TILÁPIA NO PROJETO DE CALÇADOS
Bruno Palazzi, Caroline Almeida, Lara Dahas,
Maria Rozimeire Augusto, Milton Galvani,
Renata Tesoni, Tandara Hoffmann,
Regina Aparecida Sanches,
Maria Sílvia Barros de Held
393
A ASSIMETRIA NA ARTE E NA MODA
OCIDENTAL DA VIRADA DO SÉCULO XX
Luciana Iwamoto,
Laura Mello de Mattos Anacleto,
Silvia Barros
403
DEVELOPMENT OF HANDCRAFTED
FASHION PRODUCTS USING CIRCULAR
KNIT WASTE
Cristiane Eloisa Bertoluci,
Francisca Dantas Mendes,
Regina Aparecida Sanches
413
MODA E CULTURA POPULAR PAULISTA:
CONTRIBUIÇÕES E POSSIBILIDADES”
Laura Ayako Yamane, Nelson Silva,
Silvia Barros de Held
423
CUTURA VIVA É O QUE SE ENCONTRA
NO JAMAC POR MEIO DA ESTAMPARIA
MANUAL
Nelson da Silva, Maria Silvia Barros de Held,
Laura Ayako Yamane
429
ALFAIATARIA MASCULINA EM ARTIGOS
DE MALHA PARA DEFICIENTES FÍSICOS
CADEIRANTES
Letícia Nascimento de Souza,
Gomes Suzana Avelar,
Cláudia Garcia Vicentini,
Regina Aparecida Sanches
437
USO DO “BODY SCANNER”
NO DESENVOLVIMENTO DE TABELAS
DE MEDIDAS DE CORPO PARA IDOSAS
Ana Maria Cardoso, Regina Aparecida Sanches
443
PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO
DE MALHAS FABRICADAS A PARTIR
DE FIOS DESFIBRADOS DE RESÍDUO
DE DENIM E DE POLIÉSTER RECICLADO
DE GARRAFAS PET
Ana Luiza De Rosa, Cristiane Eloisa Bertoluci,
Larissa Maria Ribeiro da Silva, Poema Lourenzo,
Tais Remunhão, Wanderley Kawabe,
Maria Silvia Barros de Held,
Regina Aparecida Sanches
451
IMPRESSÃO COM TRANSFER
SUBLIMÁTICO: A FALHA COMO EFEITO
GRÁFICO
Liliana Bellio Vieira, Maria Sílvia Barros de Held
459
EDUCOMUNICAÇÃO SUSTENTÁVEL:
UMA NOVA CULTURA DO DESIGN NOS
MEIOS INTERATIVOS E DEMOCRÁTICOS
NAS NARRATIVAS MINORITÁRIAS.
Carlos Eduardo Dezan Scopinho,
Maria Sílvia Barros de Held
465
DESIGN DE MODA: DO ERRO
A UMA ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL
Camila Vitorino Marcelo,
Rita de Cássia Lopes Moro,
Francisca Dantas Mendes
481
ILUSTRAÇÃO DE MODA, UM RELATO
DA REVOLUÇÃO DIGITAL AO RETORNO
DOS PROCESSOS MANUAIS DE EXPRESSÃO
Lara Dahas, Maria Silvia Barros de Held,
Ana Ana Moreira da Silva
491
UMA ANÁLISE DA COMUNICAÇÃO
ENTRE UMA EMPRESA DE MODA E SUAS
TERCEIRIZADAS
Camila Vitorino Marcelo,
Rita de Cássia Lopes Moro,
Francisca Dantas Mendes
505
UMA ABORDAGEM DO LIFE CYCLE
DESIGN APLICADO NA MANUFATURA
DO VESTUÁRIO DE MODA EM EMPRESAS
DO BRASIL
Romy Tutia, Francisca Dantas Mendes,
Lara Leite Barbosa de Senne
515
DESIGN E ERRO NA MODA – UTILIZAÇÃO
DO COBERTOR DE PAPA
Alexandra Cruchinho, Alexandra Moura,
Paula Peres
TEORIA \ THEORY
527
O ERRO – ENTRE O BELO E O FEIO
NA ILUSTRAÇÃO
Ana Albuquerque
537
DESIGN PARA A INOVAÇÃO SOCIAL
Renata Gastal Porto, Ana Vasconcelos,
Rita Almendra
543
REFLEXÃO SOBRE A CRIAÇÃO
DE CONHECIMENTO EM DESIGN
DE INFORMAÇÃO
Mécia Sá, Miguel Carvalhais,
Francisco Providência
553
¿DISEÑOS ERRADOS? UNA CUESTIÓN
SEMIÓTICA SOBRE EL DISEÑO DE
SISTEMAS DE PRODUCTOS
Laura Fernanda, Parra Sepúlveda,
John Jairo Cardozo
563
A RELEVÂNCIA DA INFOGRAFIA DIGITAL
NOS JORNAIS ONLINE
Júlio Costa Pinto
569
NUESTROS PRIMEROS DISEÑADORES:
PIONEROS DEL DISEÑO GRÁFICO EN EL
VALLE DEL CAUCA (COLOMBIA)
Diego Bermudez
577
A PERCEPÇÃO SIMBÓLICA DA IMAGEM
Karl Georges Gallao, Alberto Cipiniuk
ENSINO \ EDUCATION
599
DISSONÂNCIAS ENTRE O PENSAMENTO
E A AÇÃO NA CONSTRUÇÃO DE
AMBIENTES PARA FUTUROS DESEJÁVEIS:
REFLEXÕES SOBRE DEMANDAS EM DESIGN
Samantha Moreira, André Silva
605
CULTURA DO ERRO:
A TRANSDISCIPLINARIEDADE DOS CURSOS
DE DESIGN E COMUNICAÇÃO FAVORECE
A INTEGRAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE
E MERCADO
Nilton Arruda
611
SERENDIPITOUS INFORMATION
AND THE DESIGN PROCESS: A CASE STUDY
Ricardo Melo, Pedro Cardoso, Marta Santos,
Miguel Carvalhais
621
INTERFERÊNCIA DA IMAGEM ÓTICA
NA PERCEÇÃO DE UM ESPAÇO
Paulo Freire de Almeida
631
PRODUCTOS INTERACTIVOS QUE
POTENCIAN LA MOTIVACIÓN EN EL
APRENDIZAJE EN PROCESOS DE DISEÑO,
BAJO PRINCIPIOS DE GAMIFICACIÓN
Luis Hernando Montoya, José Rafael González
639
SPRINT DESIGN JAM: AN ACCELERATED
APPROACH FOR DESIGN METHODOLOGY
LEARNING IN HIGHER EDUCATION
Luís Frias, Farley F
cima
PT