Edit Content

grupo de artes

Investigador Responsável: Francisco Paiva

grupo de comunicação e media

Investigadora Responsável: Gisela Gonçalves

Siga-nos:

NEWSLETTER

Publicação de Comunicação

CRÍTICA DO JORNALISMO NO BRASIL: PRODUÇÃO, QUALIDADE E DIREITO À INFORMAÇÃO

Crítica do Jornalismo no Brasil é uma rica coletânea de artigos com teorizações e resultados de pesquisa acadêmica que proporcionam um testemunho da diversidade temática e qualidade científica alcançada pelos integrantes da Rede Nacional de Observatórios da Imprensa (Renoi). Noticibialidade, qualidade do jornalismo e direito à informação são temas centrais, que operam a construção de uma unidade orgânica entre a variedade de enfoques, de forma a compor uma contribuição singular ao aperfeiçoamento de teorias e métodos de pesquisa em comunicação e jornalismo.

Os artigos estão divididos em quatro partes, Qualidade, Acesso à Informação, Produção e Interação e Formação, dentro dos quais desenvolvem uma temática de modo convergente, refletindo sobre variados aspectos, complementares entre si.

A Renoi surgiu em 2005 no Brasil para reunir iniciativas de crítica de mídia, tanto dentro quanto fora da academia. Seu objetivo é contribuir para o aperfeiçoamento da mídia brasileira e o desenvolvimento das relações entre sociedade e meios de comunicação. Para tanto, reúne grupos de todas as regiões do país que têm como foco a pesquisa e a prática da observação crítica do jornalismo, a fim de constituir um espaço de intercâmbio para a troca de experiências e de produção conjunta, seja de pesquisas seja de outras atividades ligadas à sua área fim.

AUTORES / EDITORES

Josenildo Luiz Guerra, Danilo Rothberg e Gerson Luiz Martins (Org.)

COLEÇÃO

Livros LabCom

ANO DA EDIÇÃO

2016

ISBN

978-989-654-348-8

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Índice

Apresentação - 9

1. Qualidade
Por uma política de correção de erros no jornalismo on-line brasileiro - 15
Lívia de Souza Vieira e Rogério Christofoletti
“Conteúdo Premium”, monetização e qualidade no jornalismo: O caso do The New York Times - 33
Lilian Cristina Monteiro França
Índice de Pluralidade Jornalística (IPJ): testando uma metodologia para avaliação de qualidade editorial - 51
Josenildo Luiz Guerra e  Alanna Molina Vieira Lins
Índice de Relevância Jornalística (IRJ): metodologia para avaliação de qualidade editorial do requisito relevância - 79
Josenildo Luiz Guerra  e Nara Barreto
Avaliação de qualidade no telejornalismo: Princípios editoriais e a cobertura do Jornal Nacional sobre os preparativos para a Copa do Mundo e a Copa das Confederações - 105
Bruno da Silva Tavares
 
2. Acesso à Informação
Arcana imperii e accountability: jornalismo, segredo e transparência - 129
Victor Gentilli e Luma Poletti Dutra
A qualidade da comunicação do Poder Judiciário como objeto de pesquisa - 151
Kátia Viviane da Silva Vanzini e Danilo Rothberg
Direito à informação em pauta: jornais impressos e lei de acesso - 173
Luma Poletti Dutra e Fernando Oliveira Paulino
Busca da transparência no jornalismo regional - 189
Marcos Santuario, Paula Casari Cundari e Mônica Neis Fetzner


3. Produção e Interação
A qualidade dos novos jornais de interior catarinenses – caminhos e desvios na prática do Jornalismo Impresso - 209
Laura Seligman e Naiza Comel
Comentários dos leitores no Jornal da Manhã: lógicas de apropriações dos contrafluxos - 227
Luciane Justus dos Santos e Marcelo Engel Bronosky
4. Formação
Perspectivas de ensino para Ética na comunicação - 255
Luiz Martins da Silva e Fernando Oliveira Paulino
O Jornalismo cultural entre os limites do mercado e os desafios da formação profissional na Universidade - 267
Sérgio Luiz Gadini

Os Autores - 283
PT