Edit Content

grupo de artes

Investigador Responsável: Francisco Paiva

grupo de comunicação e media

Investigadora Responsável: Gisela Gonçalves

Siga-nos:

NEWSLETTER

Publicação de Comunicação

Manual Prático de Assessoria de Imprensa

O Manual Prático de Assessoria de Imprensa é um instrumento de apoio ao ensino e à aprendizagem desta área e visa dotar os leitores de competências práticas essenciais de assessoria de imprensa. Mais do que refletir teoricamente sobre os seus fundamentos ou situá-la no seu contexto histórico, pretende, de forma acessível, descrever a Assessoria de Impresa, a rotina profissional dos assessores, e as suas dificuldades empíricas no exercício da profissão. O seu objetivo é ser um livro de consulta rápida que dê respostas concretas aos desafios quotidianos da profissão e ajude estudantes e profissionais – com vista ao seu sucesso – a melhor usar o acervo de ferramentas da assessoria de imprensa – desde o comunicado passando pela conferência de imprensa até ao clipping. Agente propulsor de negócios e informação, a 20 Manual Prático de Assessoria de Imprensa Assessoria de Imprensa é uma área estratégica da comunicação que encontra nestas páginas um manual para o seu exercício.

AUTORES / EDITORES

Samuel Mateus

COLEÇÃO

Livros de Comunicação

ANO DA EDIÇÃO

2022

ISBN

978-989-654-839-1 (pdf)

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Manual Prático de Assessoria de Imprensa

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

AUTORES / EDITORES

COLEÇÃO

ANO DA EDIÇÃO

ISBN

Índice

Introdução 15
PARTE I – TEORIA 21
CAPÍTULO I – A EMERGÊNCIA DA ASSESSORIA DE IMPRENSA 23
1.1 As Primeiras Assessorias 24
1.2 Assessoria de Imprensa e Relações Públicas 27
CAPÍTULO II – A ASSESSORIA DE IMPRENSA 33
2.1 Assessoria de Comunicação 33
2.2 Assessoria de Imprensa 35
2.3 O que a Assessoria de Imprensão Não É 41
2.4 As Fronteiras entre a Assessoria de Imprensa e o Jornalismo 46
2.5 A Produção de Conteúdos Para-Jornalísticos 51
2.6 A Notícia 53
2.7 Valores-Notícia 57
2.8 Géneros Jornalísticos 63
2.9 As Redações 65
CAPÍTULO III – O ASSESSOR DE IMPRENSA 69
3.1 Qualidades Pessoais do Assessor 71
3.2 O que faz o Assessor de Imprensa 73
3.3 As Expetativas do Assessorado 80
PARTE II – PRÁTICA 83
CAPÍTULO IV – COMUNICADO DE IMPRENSA 85
4.1 Aspetos Positivo e Negativo 87
4.2 Modelos de Comunicado de Imprensa 88
4.3 Tipos de Comunicação de Imprensa 89
4.4 A Técnica do Comunicado de Imprensa 91
4.5 Modelos de Redação 94
4.6 Elementos Estruturais 96
4.7 Redação do Corpo do Comunicado de Imprensa 101
4.8 Como escolher os orgãos de comunicação social mais adequados? 107
CAPÍTULO V – FOLLOW UP E MAILING LIST 113
5.1 Follow Up 113
5.2 Mailing List 117
CAPÍTULO VI – CONFERÊNCIA DE IMPRENSA 123
6.1 Perguntas de Base 125
6.2 A Estrutura de Conferência de Imprensa 126
6.3 Acreditação 127
6.4 Antes da Conferência de Imprensa 128
6.5 A Sala 129
6.6 Durante a Conferência de Imprensa 135
6.7 Depois da Conferência de Imprensa 138
CAPÍTULO VII – CLIPPING 141
7.1 O Clipping e a Lei 144
7.2 Tipos de Clipping 145
7.3 Periodicidade 145
7.4 As Fases de Desenvolvimento do Clipping 146
7.5 Os Elementos Fundamentais do Clipping 147
7.6 Folha de Rosto 147
7.7 Tipos de Relatório de Clipping 151
7.8 Relatório Misto de Clipping 153
7.9 O Envio do Relatório Misto de Clipping 159
CAPÍTULO VIII – PRESS KITS 161
8.1 Press Kit em Assessoria de Imprensa 162
8.2 Press Kit em Comunicação de Produto 163
8.3 Os Press Kits não são 165
8.4 Diferenciação 166
CAPÍTULO IX – ASSESSORIA EM AMBIENTE DIGITAL 175
9.1 Planeamento 177
9.2 Princípios de Assessoria de Imprensa em Ambiente Digital 178
CAPÍTULO X – ENTREVISTA 187
10.1 O Pedido de Entrevista 187
10.2 As Regras da Entrevista 189
10.3 O Plano da Entrevista 190
10.4 O Documento de Trabalho da Entrevista 191
10.5 Durante uma Entrevista 193
10.6 Manter o Foco 195
10.7 A Comunicação não verbal da entrevista 197
10.8 Depois da Entrevista 198
CAPÍTULO XI – EVENTOS 201
11.1 Fases de Desenvolvimento da Assessoria de Imprensa em Eventos 201
11.2 A Responsabilidade da Assessoria de Imprensa 204
11.3 A Sala de Imprensa 205
11.4 As Áreas da Sala de Imprensa 207
11.5 Acreditação de Jornalistas 209
11.6 Visita a Fábrica em Países Estrangeiros 211
CAPÍTULO XII – ÉTICA 215
12.1 5 Pilares Éticos em Assessoria de Imprensa 219
12.2 O que o Assessor de Imprensa não deve fazer 221
CAPÍTULO XIII – DIFICULDADES NO DESEMPENHO DA PROFISSÃO 225
13.1 O Assessorado não quer prestar Declarações 225
13.2 A Competição entre Assessores 228
13.3 O Assessorado fala demasiado 228
13.4 O Comunicado de Imprensa contém dados incorretos 229
13.5 O Jornalista não publica o Comunicado de Imprensa 229
13.6 Conferência de Imprensa com poucos jornalistas 230
13.7 Perder o controlo da Conferência de Imprensa 231
13.8 O jornalista parece já ter uma opinião formada sobre o assunto e
entrevista o assessorado, não para o escutar, mas para o poder citar 232
13.9 Quando o Assessor se substitui ao Assessorado 232
Conclusão 237
Check-list do Assessor de Imprensa 339
Bibliografia 241
Webgrafia 245
PT