Edit Content

grupo de artes

Investigador Responsável: Francisco Paiva

grupo de comunicação e media

Investigadora Responsável: Gisela Gonçalves

Siga-nos:

NEWSLETTER

Publicação de Comunicação

SEMIÓTICA: A LÓGICA DA COMUNICAÇÃO

São dois os factores que, a meu ver, demarcam os estudos semióticos contemporâneos face aos antigos e, simultaneamente, instituem a semiótica como ciência. O primeiro factor é a definição do lugar dos estudos semióticos no contexto dos estudos científicos: a semiótica é enquadrada epistemologicamente. (…) O outro factor importante na instituição contemporânea da semiótica foi indubitavelmente a sua sistematização. Hoje a semiótica como qualquer ciência estabelecida subdivide-se em disciplinas. (…) A sistematização da semiótica enquanto acto científico é acompanhada obviamente por uma compendiação escolar da mesma. Os manuais de semiótica, as obras de introdução, multiplicam-se. A semiótica estabeleceu-se definitivamente como disciplina curricular de diversos cursos superiores. Esta é a imagem mais visível da sistematização da semiótica e que, last but not least, a justifica como ciência do século XX, apesar da sua tradição milenar.

Preço da edição impressa: € 25

AUTORES / EDITORES

António Fidalgo

COLEÇÃO

Livros LabCom

ANO DA EDIÇÃO

1998

ISBN

972-9209-58-8

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Índice

Introdução

7

I A origem lógica da semiótica contemporânea

21

1 Bolzano, Frege e Husserl

25

1.1 Bolzano e a importância dos signos para a lógica

26

1.2 Frege e a distinção entre significado e referência

30

1.3 Husserl ou da aritmética à fenomenologia

35

2 Peirce e o Pragmatismo como Lógica da Abdução

49

II Linguística e Semiótica

63

3 A linguística de Saussure e a ideia de Semiologia

65

4 A Pansemiotização de Barthes

83

4.1 A função-signo e o alargamento semiológico em Barthes

83

4.2 Os múltiplos níveis de significação. A conotação e a denotação

86

III A lógica da comunicação

91

5 Os Campos da Semiótica: Sintaxe, Semântica e Pragmática

93

5.1 A semiose em Morris e o princípio da divisão da semiótica

93

6 Os Actos de Fala.A Linguagem como Acção

105

7 A Pragmática Universal de Jürgen Habermas

109

7.1 A lógica dos enunciados

109

7.2 A dupla estrutura da fala

114

7.3 As consequências dos actos de fala para a semântica

116

7.4 Modos de comunicação

116

7.5 O fundamento racional da força ilocucional

120

7.6 Um modelo de comunicação linguística

123

Bibliografia

125
PT