Edit Content

Arts Group

Primary Researcher: Francisco Paiva

Communication and Media Group

Investigadora Responsável: Gisela Gonçalves

Follow Us:

Newsletter

Communication Studies Publication

ESTUDOS DO AGENDAMENTO: TEORIA, DESENVOLVIMENTOS E DESAFIOS — 50 ANOS DEPOIS

A influência das mensagens e das agendas mediáticas sobre o público é um dos temas que atravessou a história das Ciências da Comunicação até aos nossos dias, desde as abordagens mais pavlovianas aos modelos mais elaborados e complexos das versões atuais dos estudos sobre o agendamento.

Ao assinalar, com a presente edição, meio século de estudos de agendamento, pretende-se sublinhar a persistência e a atualidade de uma das teorias mais marcantes da história das ciências da comunicação, que tem procurado analisar a importância dos digital media e do jornalismo no processo complexo de formação da opinião pública.
Como salienta McCombs, no capítulo original que apresenta nesta obra, os livros sobre o agenda-setting serão sempre uma versão suavizada da teoria, não conseguindo revelar na sua totalidade a força do seu método científico. Essa constatação aplica-se certamente à presente edição, que, no entanto, não se exime ao desafio de proceder a um mapeamento dos seus estudos, de proceder a uma análise crítica do caminho percorrido, identificando possíveis vias de problematização, e, finalmente, de pontuar temáticas novas e emergentes da sua aplicação. É esta formulação que organiza a apresentação dos textos pelos eixos temáticos que a estruturam: Teoria, Desenvolvimentos e Desafios.

 

AUTHORS / EDITORS

Carlos Camponez, Gil Baptista Ferreira & Raquel Rodríguez-Díaz (Org.)

COLLECTION

LabCom Books

EDITION YEAR

2020

ISBN

978-989-654-733-2

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Index

Introdução - 9
Carlos Camponez & Gil Baptista Ferreira

Parte I - TEORIA - 21

A linguagem do jornalismo – A linguagem dos efeitos do agendamento (agenda-setting) - 23
Maxwell McCombs

Agendamento e opinião pública, um binómio inseparável - 37
Raquel Rodríguez-Díaz

Parte II - DESENVOLVIMENTOS - 57

O poder de agendamento na era dos novos media: quem define a agenda e com que consequências - 59
Gil Baptista Ferreira

A teoria dos efeitos e a construção de agendas populistas - 107
João Carlos Correia

A política, o digital e a democracia deliberativa - 137
João de Almeida Santos

Parte III - DESAFIOS - 169

Novas direções na investigação sobre o agendamento – os processos de agendamento na era digital - 171
Enric Saperas

A Teoria de Agenda-Setting no regateio de cognições e comportamentos. Um novo episódio do poder social dos media no seu labirinto - 209
João Pissarra Esteves

Notas biográficas - 229
up